Doidivana

blog da escritora Ivana Arruda Leite

ESCRITOR NADA COMUM

7 comentários

A Bia estava certa, o Homem comum, de Philip Roth, é sensacional. Se você ainda não leu, faço-o sem demora. A gente termina de ler e começa de novo, imediatamente. A estrutura narrativa é um círculo que te leva obrigatoriamente para mais uma volta. A crueza da linguagem de Philip Roth e os assuntos que ele aborda dificilmente farão dele um dos eleitos do meu coração (detestei o O animal agonizante. Nada mais chato do que autores que descrevem trepadas nos seus mínimos detalhes anatômico-fisiológicos). Mas este último me levou a lhe dar mais uma chance.

Autor: Doidivana

escritora de forno e fogão

7 thoughts on “ESCRITOR NADA COMUM

  1. Por que eu sou mulher???? Não acredito no que estou lendo…

  2. ivana, você não gostou do animal agonizante porque você é mulher. Quem és tu, cara pálida.

  3. Ivana,
    Que coisa… Eu também recomecei a ler O homem comum imediatamente depois de ter terminado. E asim o fiz até mais ou menos a metade do livro. Acho mesmo que tem a ver com o começo que está ligado ao final. Você precisa voltar. Nunca tinha tido vontade de ler Philip Roth, sabia? Mas o homem comum me pegou. Sensacional e cruel.
    Abraço, Ana Carolina

  4. Querida,

    Li o “Homem Comum” e logo em seguida li “O peito” – que é bem Kafka-Gogol.
    Já comprei o do pai, que é outra porrada.

    Saudades de vc.

    Beijos
    FR

  5. O que torna esse romance do Philip Roth (prosador de talento extraordinário) ainda mais sensacional é justamente sua estrutura elaboradíssima. Outro fator que chama a atenção no livro é a dignidade que Roth imprimiu às suas personagens, coisa não tão comum em outras tramas do autor. O exemplo citado por você (Animal Agonizante) é lapidar.

    Abraço.

    Bruno M. Oliveira.

  6. Essa frase é a melhor do livro. Beijos

  7. Ivana, li no avião indo pra Recife, minha mãe já bem doente, reli várias vezes o início, ainda no avião. Reli de novo quando terminei. A descrição do enterro foi uma das mais marcantes para mim. E a frase que diz tudo: “A velhice não é uma batalha. A velhice é um massacre”.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s