Doidivana

blog da escritora Ivana Arruda Leite

ARROZ, FEIJÃO E CODEGUIM

6 comentários

Caríssimos amigos e amiguinhas caras, o arroz integral e o feijão preto com codeguim que eu acabei de comer estavam dignos de Fasano, Mássimo, Antiquarius e congêneres. Saravá! Como disse, eu nunca tinha comido codeguim, que é um embutido feito com pele e carne de porco. Eu comprei da Ceratti, que é altamente confiável. Fiz o feijão preto como faço normalmente: deixei de molho antes, coloquei cebola, alho (tudo junto, já no começo, nada dessa bobagem de refogar os temperos e colocar depois), sal, louro, tomilho e pimenta. Taquei o codeguim inteirão lá dentro (não se esqueça de tirar o plástico que o envolve) e botei pra ferver. Depois do apito, abaixei o fogo e deixei mais 50 minutos. Então abri a tampa, fatiei o codeguim em fatias grossinhas (ele estava derretendo) e joguei lá dentro de novo. Mais um pouco de fogo alto pro feijão encorpar e ficar daquele jeito que você está pensando. Cremoso, grosso, perfumado. Agora vamos ao arroz integral. Esta receita é simples e não tem erro: coloque dois copos  de arroz integral numa panela de pressão e cubra com água até que, colocando a ponta do seu dedo indicador na superfície do arroz, a água chegue à sua primeira falange. Uns 3cm acima do nível do arroz. Tampe. Coloque uma xícara de café em cima da válvula (não me pergunte porque e não tenha medo. Não vai acontecer nada) e conte 40 minutos no fogo mínimo desde o comecinho. Pronto. Pra temperar o arroz, coloquei um gersal maravilhoso que eu mesma preparo por cima, o feijão ao lado e fui pra sala assistir House. Santo Deus! A experiência de sentir prazer por todos os buracos da minha cabeça foi quase pornográfica. Um escândalo.

Pequeno esclarecimento: se você é novato no pedaço e achou que aqui encontraria altas literatices só porque sou escritora, esqueça. Quando eu tô escrevendo (de verdade) só uso o blog pra descansar a cabeça. Ótimo sinal! Meu Alameda Santos vai muito bem, obrigada.

Autor: Doidivana

escritora de forno e fogão

6 thoughts on “ARROZ, FEIJÃO E CODEGUIM

  1. O meu problema é o mesmo de outros: onde comprar.
    Caso alguém souber de algum endereço,moro no RS.
    E-mail: norilgner@hotmail.com

  2. e altament perigoso coloca m axicara na valvula da panela ja que a pressao interna da mesma aumentara em muito podendo causar explosão se a segunda valvula de segurança estiver com defeito cuidado

  3. Vou fazer agora sua receita. Usarei feijao mulato, mas seguirei o restante ao pe da letra….

  4. Porque o Codeguim se desmancha enquanto está cozinhando junto com o feijão…?

  5. Essa sua poesia de como cozinhar o codeguim me encantou…sou também assim e estou procurando o codeguim para comprar: meu pai fazia em casa e faleceu antes de eu aprender, que pecado…. Eu adoro e pretendo fazer neste final de semana…Obrigada.
    Wilma

  6. estou preparando feijão com codeguim. Coloquei bacon pra cozinhar junto com o feijão, já no inicio, em panela de ferro, não tenho pressão, nem gosto. Suspenderei mais tarde, e amanhã continuo, colocando 4 codeguins inteiros, para curtir uns 40 minutos e servir aos amigos. Segui sua dica de mandar ver, e colocar alho já no cozimento, depois vai ajustando. Abc

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s