Doidivana

blog da escritora Ivana Arruda Leite

6a. FEIRA, 4 DE JUNHO

6 comentários

Na 6a. feira eu e minha mãe acordamos cedinho e fomos para Palermo enquanto Bebel ficou dormindo pra se recompor da noitada que tivera. Fomos direto para Libros del Passaje. Ambiente antigão, sofisticado e um tsunami de livros pronto pra te engolir.

porta da Libros del Passaje

De lá fomos até a Plazoleta Julio Cortazar.

Depois, um café no Malasartes, bar deveras charmoso para um capuccino

e rever as compras feitas.

Olhem o que eu achei! Por aqui, esgotadésimo.

Após café, continuamos na Honduras e fomos até uma papelaria que é um escândalo de coisas maravilhosas.

De novo, a praça.

Como veem, não fomos numa hora apropriada. Às dez, onze da manhã o povo do bairro boêmio ainda está todo recolhido.

Próxima livraria: Eterna Cadência. Uma das que eu mais amei. Esse é o café da Livraria. Os lustres são livros abertos e dobrados feito origami. Sensacional.

Pausa para mais um café e uma água. Eu adorei essa água que eles tomam muito por lá. A Bebel não gostou porque disse que ela tem um gosto muito forte. E tem mesmo. Tipo a São Lourenço daqui.

Outro jardim, dentro da mesma livraria.

Minha mãe me esperando no café

Imperdível!

Andamos três quadras e fomos almoçar no Olsen, recomendado pelo Adilson e pela Andrea Kaufmann.  Aí foi piração total. Comida escandinava modernosa. Um arraso.

De entrada, canapés que eram o suprasumo do sumo. Caviar, salmão, etc

A carta de vodca deles é beeeeem extensa. Além das que eles próprio aromatizam. Eu escolhi essa com cassis. Da próxima vez escolherei uma com chile. Já pensou?

Switsotsqrtsemm!

Os pãezinhos quentinhos na mesa

Cardápio executivo. Entrada, prato principal e sobremesa: 39 pesos. Minha mãe pediu risoto, salada e sopa creme de abóbora com maçã.

Eu pedi um peixe que estava divino, salada e a mesma sopa. Acreditem: só esta sopa valeria uma viagem a BAires.

Eis aí o perigoso.

À noite, marcamos de  encontrar Barbão e Stela no Bar El Federal. A sessão “experimentando roupa” da Bebel levava bem uma hora.

Marcelo Barbão e Stela, dois amigos queridos que estão morando lá há dois anos. Se você quiser as dicas mais incríveis de BAires é só ir no blog dele que tem tudo. O Bar El Federal tem só 80 anos (novinho perto dos demais) e é um dos notáveis de lá (hay 60 cafés notables). Como disse o Joca, eu também preferi este ao Tortone.

De lá, atravessamos a rua e fomos à livraria Fedro que, também segundo o Joca, tem um dos acervos mais interessantes da cidade.

Hora de jantar. Tudo lá pertinho, em Santelmo. Eles nos levaram ao Restaurante do Ernesto onde se come uma massa de primeiríssima qualidade.

E pela primeira vez comemos Bife de chorizo cozido com molho de tomate e bastante cebola. Bem legal pra dar uma variada.

As paredes são todas escritas e sobreescritas.

De volta ao hotel, fui pro meu ofício diário

Depois, degustar o livro do Joca, iguaria mui rara.

“Ivana, para com isso! Você parece uma louca com essa máquina”, disse minha mãe de dentro do cobertor.

amanhã continua…

Autor: Doidivana

escritora de forno e fogão

6 thoughts on “6a. FEIRA, 4 DE JUNHO

  1. Olá Ivana, trabalho em um centro educacional e nossos alunos estão lendo seu livro ” eu te darei o céu ” e adorariamos ter um contato com você, então gostaria de saber si você pudesse mandar seu email ou algum telefone para contato.

    Att Larissa

  2. Nossa Ivana que viagem maravilhosa!!!
    Da próxima vez que viajar quero ir pra Argentina e ficar neste hotel…lindo demais e você descreve a viagem como ninguém… é com estar lá, obrigada por compartilhar conosco suas experiências e poder viver um pouquinho junto com você essa maravilha…
    Bjão,
    Monica

  3. Venha mesmo. Afinal, faltam umas 370 livrarias e uns 58 cafés notáveis para conhecer. Fora as lojinhas.
    Barbão

  4. Ivana querida, aqui tem muito café notável mesmo. Mas são 60, não 600. hehehehe.
    Beijos
    Barbão

  5. Legal essa postagem, pois conheci muitos lugares aos quais não fui. O Julio Cortazar merecia uma pracinha melhor, né? Nesta eu estive e me decepcionei um pouco. hehe. Muito legais as paredes escritas, parecem as da Bodeguita de Medio de Santa Cruz de la Sierra.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s