Doidivana

blog da escritora Ivana Arruda Leite

PROGRAMA DE MULHER

4 comentários

No mês passado eu estava de férias. Como sou telemaníaca e detesto viajar, férias pra mim sempre foi pra ficar em casa vendo televisão e jogando conversa fora com os amigos. Tudo que é útil e proveitoso eu deixo pra fazer durante o ano letivo.
No terceiro dia, minha revolta não tinha tamanho. Os tais programas femininos da TV aberta são de doer. Aliás, cadê os programas? Das 8 às 18 horas o que existe é um imenso comercial com dois minutos de arremedo de matérias nos intervalos.
Os apresentadores e apresentadoras são meros garotos propagandas de uma panacéia de produtos que eu não sei como veiculam impunemente: remédios que prometem curar de câncer a diabetes, pílulas que emagrecem 5 quilos em uma semana, chás contra estresse, mandinga pra espantar mal olhado, seguro saúde, aposentadoria e por aí vai. É um abuso da paciência alheia.
Eu adoro uma bobagem no meio da tarde. Receitas de pratos que nunca fazemos, desfile de vestido de noiva, dicas que não servem pra nada, fofoca de celebridade. Até cantores octogenários eu engulo. O que não dá pra agüentar é essa feira livre na minha cabeça tentando me enfiar um monte de porcaria goela abaixo.
Pra mim, isso mereceria um protesto tão veemente quanto o dos programas que só mostram mulher pelada. Se nestes eles exploram o corpo da mulher, nos programas diurnos eles exploram nossa inteligência.
Uma tarde eu vi uma loira famosa reclamando que o ex-marido, um cantor também famoso, batia nela. Na manhã seguinte, o tal cantor estava participando de um debate onde o tema era como manter a mulher bem humorada. E o cara sabia direitinho o que fazer! E o mais louco é que o depoimento da ex-mulher não foi nem colocado em pauta.
Será que só eu fiquei feito pateta vendo esses mascates eletrônicos faturarem às minhas custas? Acho que não. A audiência desses programas não é nada desprezível e os apresentadores disputam a tapa cada ponto do ibope.
E não me venham dizer que eu deveria desligar a televisão e procurar coisa melhor pra fazer. Faço parte dos que gostam de televisão e, por isso, preferem brigar por uma programação de qualidade.

(crônica publicada na Revista da Folha em set de 2004)

Autor: Doidivana

escritora de forno e fogão

4 thoughts on “PROGRAMA DE MULHER

  1. 6 anos e nada mudou na TV, hein… Lástima!

  2. Pois é, Ivana… Continua sendo assim, nada mudou…

  3. Ivana, incrível como essa crônica está atual!!

  4. Ivana, estou começando a ler “Eu te darei o céu e outras…” e está uma aventura, posso te garantir. Outro dia terminei de ler “Jollys…” um mergulho na década de 1980 em SP, bom; e, agora, mergulho na década de 60 com suas histórias. Quando chegar em 68 volto a comentar o livro, ok? Ah! os teus textos são bem cinematográficos, consigo visualizar cenas… Acho legal!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s