Doidivana

blog da escritora Ivana Arruda Leite

DZI DZI DZI DZI DZI CROQUETTES

5 comentários

Se você teve a sorte de ver os Dzi Croquettes ao vivo, vai se emocionar com o filme e morrer de orgulho de lembrar que, em plena ditadura, tinha uns caras muito loucos que viraram esse país de cabeça pra baixo. Sim, foi um susto. Plateia de todas as idades aplaudiam e dançavam ao som dos Dzi.  Eu me lembro vivamente, embora nunca os tenha visto ao vivo. Mas eles eram figurinhas fáceis que viviam aparecendo em programas de televisão e nas páginas das revistas. Se você tem mais de cinquenta, vai matar saudade e se emocionar. Mas se você era criança na época ou nem tinha nascido, não pode perder de jeito nenhum.  Você vai pirar, como Lisa Minelli pirou, com a ousadia, a liberdade, a  graça e o talento dos caras. Os Dzi foram inspiração e deram origem ao besteirol, às Frenéticas e a todo e qualquer grupo que tenha reunido música, performance e humor depois deles. O filme é dirigido (e narrado) com mãos de fada por Raphael Alvarez e Tatiana Issa, filha de Américo Issa (cenógrafo do grupo, falecido em 2002). Claro que é triste saber que, dos 13 integrantes, só 5 estão vivos. 4 morreram de AIDS, 3 assassinados e 1 de aneurisma cerebral, mesmo assim o filme é de uma alegria contagiante. Recomendo vivamente. Não perca! Como bem disse a Zezé no blog dela: “Não é apenas um filme sobre uma época. É sobre o país em que a gente vive”.  Nós já fomos vanguarda, minha gente, e incendiamos Paris com um grupo de malucos chamados Dzi Croquettes.

Antes do cinema fui almoçar no Tordesilhas, que sempre quis conhecer. Cheguei já sabendo o que escolher, pois eles estão no São Paulo Restaurante Week. Qual não foi minha surpresa ao ver que o SPRW só vale para o jantar. De mau humor, disse ao garçom que ia terminar a cerveja e ia embora. Volto outro dia. Ao que ele, delicadamente, me perguntou: a senhora não quer nem um caldinho de feijão? Tudo bem. Vou nessa. Divino maravilhoso. Uma xícara de café com caldinho, uma renda de couve frita e O MELHOR TORRESMO QUE EU JÁ COMI NA VIDA. Do caldinho, eu parti pra feijoada completa, A MELHOR FEIJUCA DE TODOS OS TEMPOS com mais torresmos. Saí de lá feliz da vida. Volto outro dia pra experimentar o cardápio do SPRW mas duvido que supere a feijoada.

Autor: Doidivana

escritora de forno e fogão

5 thoughts on “DZI DZI DZI DZI DZI CROQUETTES

  1. Ah… quanto ao SPRW… a maioria dos restaurantes tem almoço e jantar, somente alguns tem apenas jantar.
    Como todo ano, fico aqui aguardando suas dicas de restaurantes rsrsrsrs… graças a suas dicas, todo Restaurant Week vou inevitavelmente ao AK Delicatessem.

    Bjs

  2. Oi Ivana…
    Eu vi umas coisas do dzi e achei o máximo, esses tempos atrás apareceu um pessoal no programa do Jô falando do filme e me deu uma baita curiosidade de procurar videos sobre eles, AMEI…
    Ah, o Tordesilhas é de um pessoal vindo de Penápolis, munha terrinha (hehehehe).
    Beijocas

    • Oi, Tica, adorei te ouvi cantando ontem. Muito delícia! A chefe do Tordesilhas é a Mara Salles. Ela é de Penápolis? Vou falar com ela da próxima vez. Um beijo

  3. Querida: não tinha a menor dúvida que você ia amar os Dzi Croquettes! Beijo grande, Z

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s