Doidivana

blog da escritora Ivana Arruda Leite

CIDA MOREIRA, A DIGNÍSSIMA DAMA INDIGNA

14 comentários

Estou diante de uma tarefa nada fácil: contar pra vocês como foi a noite mais emocionante da minha vida. Mesmo sabendo que estou fadada ao fracasso, vamos a ela.

Ontem à tarde cheguei do cinema às 17h, passei a corrente no portão, coloquei pijaminha de ficar em casa e me preparei pra tuitar e ver TV até o fim da noite e da vida. Eis que, pelo twitter, o Thiago Pethit me convidou pra ir ao show da Cida Moreira no auditório do Ibirapuera, ontem era o último dia. Ele disse que a Dani Arrais ia também e patati patatá. Contrariando todos os meus princípios de que só se deve sair de casa uma vez ao dia, eu me aprontei rapidamente e fui pra casa da Dani, onde ele nos pegaria. Antes de sair, tuitei que estava indo ver o show e o @viledesma me escreveu: “Uau, Cida e piano é…delírio pruma noite de verão e, tomara q na saída, tenha pelo menos uma estrela no céu do Ibira. Bom show”

Duas amigas recifenses da Dani estavam na casa dela. Tomamos um vinho branco (Dani está com essa mania) enquanto Thiago e Fábio não chegavam. Passavam das 8 quando eles chegaram. Tudo bem, eu saio muito com moçada, meninada, mas sou uma senhora de quase 60 anos, daquelas que gosta de estar no local do show pelo menos uma hora antes do primeiro sinal. Lá fui eu achando que não ia dar tempo, que não teria ingresso, etc. Por outro lado, uma voz dentro de mim dizia: deixa de ser neurótica. Se dá certo pra eles, vai dar pra você também. Chegamos lá, eles tinham ingresso, eu não. “Não falei? Vou ter que voltar pra casa sem ver a minha diva no palco”. Sim, Cida Moreira é minha diva desde os anos 80 quando eu ia assisti-la no Lira Paulistana e babava por ela, pela voz dela, pelo repertório dela, pela ousadia dela, pela inteligência dela. Quando deu o terceiro sinal eles entraram. Eu ainda estava na fila, bufando, pedindo pra mocinha ser mais rápida, pedindo que os anjos segurassem a porta aberta pra eu entrar. Mas como tudo dá certo pra eles, também deu certo pra mim. Entrei correndo e sentei num lugar ótimo.

minha primeira vez no auditório do Ibirapuera. Lindo demais.

na porta, eles encontraram uma porção de amigos. Vera, Dani e Thiago

Thiago e Rafael, meus dois mais novos amigos de infância

Este é o Gui Mohallem, amigo da Dani, um BAITA fotógrafo que está com uma exposição lindíssima que se chama Welcome Home na Galeria Emma Thomas, na Barra Funda. Dani recomenda com muito entusiasmo e tudo que ela recomenda você pode ir que eu garanto.

Assim que eu sentei, apagou-se a luz e a Cida entrou no palco. Daí pra frente eu fui morrendo um pouco a cada música. De paixão, de tesão, de emoção. A mulher está melhor do que nunca. O repertório é maravilhoso e a voz continua aquela coisa absolutamente original e maravilhosa, um misto de técnica e emoção que leva Cida ao topo das cantoras brasileiras. No mundo existem poucas como ela. Ciúme e Mãe, do Caetano, Maior que o meu amor, Palavras do Gonzaguinha, Summertime, Back to black, da Amy Winehouse. Sabe lá o que é ouvir Uma canção desnaturada, do Chico Buarque, na voz de Cida Moreira? Um show inesquecível. Quando terminou o segundo bis eu saí correndo pra comprar o CD. Queria dar um beijo e pegar um autógrafo da minha deusa, da minha diva, daquela que tinha me feito chorar, rir, subir às alturas e descer ao quinto dos infernos. Thiago e Rafa estavam comigo na fila. Ela conhece o Thiago e o admira muito!

Eles conversaram um pouquinho e chegou a minha vez. A Cida olhou pra mim e falou: “você não é quem eu estou pensando, né?” Eu fiz um maneio com a cabeça e pensei: com certeza não sou. Essa é a primeira vez que te vejo, embora saiba que tenho cara das suas amigas, temos mais ou menos a mesma idade, o mesmo cabelo, nada mais natural que ela tivesse a impressão de já ter me visto antes. Mas antes que eu respondesse, essa mulher dá um grito, juro por Deus, um grito alarmante: IVANA ARRUDA LEITE! E começa a falar que me ADORA, que TEM TODOS OS MEUS LIVROS, que lê tudo que eu escrevo. Minhas pernas derretiam no chão que sumia sob meus pés. Eu berrava também: “Pára, Cida, cê tá louca? Eu que te amo, há 30 anos, eu que sou sua fã desde o Lira”. Como se não bastasse, ela vira pra fila de pessoas à espera do autógrafo e diz: vocês conhecem essa mulher? Ela é a Ivana Arruda Leite, uma puta escritora… E por aí foi. O Thiago e o Rafa apatetados atrás de mim. Eu tremia da cabeça aos pés. Posei pra foto e saí do recinto.

Lá fora eu chorei pra valer no ombro do Thiago pensando: meu Deus, a Bebel não viu isso, o Marcelino não viu isso, a Andrea não viu isso, o Joca não viu isso, minha mãe não viu isso, meus sobrinhos, ninguém. Nem a Dani viu porque estava fumando lá fora. Deus quis que o momento mais emocionante da minha vida fosse assistido por dois amigos que eu praticamente acabara de conhecer.

Antes de entrar no carro, lembrei do @viledesma e olhei pro céu. Havia um milhão de estrelas girando no alto do Ibirapuera.

Refeita da emoção eu queria comer e beber a noite inteira.

Fomos ao Laperô, na Mourato porque a Dani queria tomar vinho branco (ela está com essa mania, conforme já falei). Comi molles et frites divino maravilhoso.

O Rafa, Rafael Barion, é de Curitiba (na verdade, de Londrina). Atualmente, é redator do caderno Divirta-se do Estadão.

O Thiago Pethit vocês já sabem porque eu já falei muito dele aqui. Um dos grandes talentos musicais da nova MPB.

os dois foram de vinho com a Dani, eu na cerveja.

pense numa mulher feliz.

A uma da matina fomos expulsos do restaurante. Os meninos fizeram a delicadeza de me trazer em casa. Nada mais justo do que oferecer-lhes a saideira.

como a cerveja era pouca, fomos pro Bloody Mary

as paredes da casa ainda estão lambidas porque não coloquei os quadros.

jornalista não pode ver uma revista
Dani escolheu a roupa pra combinar com a minha porta
Fumódromo
às 4 da manhã eles foram embora e eu fui dormir. Sonhei que tinha ido ao show da Cida Moreira e que…
***
Aqui o CD, A Dama Indigna, o primeiro da gravadora do genial DJ Zé Pedro, que está de selo novo na praça, o Joia Moderna, lançando quatro cds da pesada já na primeira fornada.
clique na imagem pra ler as músicas e o autógrafo que me fez tão feliz.

Autor: Doidivana

escritora de forno e fogão

14 thoughts on “CIDA MOREIRA, A DIGNÍSSIMA DAMA INDIGNA

  1. Oi Ivana,sou de Pelotas e tenho um bar,gostaria de saber como posso me comunicar com a Cida Moreira para fazer um show com ela em Pelotas,mas,não encontro um site de contato.Será que poderias me ajudar?Aguardo tua resposta,obrigada ,Rita.

  2. ivana que inveja.
    tenho verdadeira paixão pelo trabalho de cida,sempre que ela vem a natal,não deixo de ve-la.curti a tietagem dela com vc.

  3. Ivana, mês passado tive a oportunidade de ouvir a Cida Moreira ao vivo e realmente é um transporte para outro plano! Estou louco para ouvir esse cd, mas ainda não consegui!
    Muito bom o relato da noite de vocês! Principalmente da sua felicidade!

    Bjos

  4. obrigado pelas notícias sobre o show e o novo disco de Cida Moreyra

    Vc é escritora? escreve o que e sobre o que? é que eu me interesso sobre tudo que Cida se interessa (coisa de fã, sabe?)

    um prazer ter conhecido teu blog, vou divulgá-lo na comunidade de Cida no Orkut

    • Camilo, aqui mesmo neste blog, nas páginas “Quem sou” e “Meus livros”, você fica sabendo mais sobre a minha pessoa e o meu trabalho. Beijão

  5. será que ela não vem por essas bandas fazer show ivana?
    beijinhos

  6. ivana querida
    (digo querida, porque me sinto até íntimo, depois te acessar seu blog fielmente por tanto tempo)
    nunca comentei aqui, sou meio tímido…
    é tão legal conhecer a sua vida, ver a sua alegria nas pequenas coisas.
    você é um deslumbre.

    também sou (aspirante a) escritor
    escrevo pequenos contos, pequenos mesmo, quase uma fração de segundo. sou fotógrafo também, e tento escrever uma foto sabe, poucas linhas, que gravem uma imagem… enfim. ia ser ótimo saber o que vc acha. meu blog é http://www.pedropinho.wordpress.com
    vê com carinho e tempo =) ia ser ótimo ler seus comentários.
    um abraço!
    pedro pinho

  7. Ivana,

    imensa alegria foi descobrir hoje o seu blog. Estou há mais de 5 horas lendo suas postagens. Maravilhoso!!!! Já está inscrito nos meus “Favoritos”!!! Que Deus me perdoe pelo que vou confessar, mas ainda não conhecia o a Cida Moreira. Tratarei agora de resolver esta pendência!!hehehe

    Grande beijo e uma excelente semana pra vc!!!

    • Rafael, não se acanhe. Neste tempos de cantoras de plástico, infelizmente, muita gente não conhece a grande Cida Moreira. Sempre é tempo de se conhecer uma grande cantora. Fico feliz por ter te levado a ela. Beijo

      • Ivana

        Resolvi aquela pendência e ainda confesso: chorei ao escutar a Cida!!! Nosssss, que voz, que interpretação!!!!!

        Maravilhosa!!

        Obrigado por ter me levado a ela!!hehehe

        Beijo

  8. Ivana,
    Que delícia de texto e que noite, hein. As randomices da vida, adoro isso. Perdi o show, mas é como se eu o tivesse assistido, graças a fineza sua de escrever sobre ele. Me senti lá no Ibirapuera, vendo você emocionada, no braço dos amigos, feliz feito pinto no lixo (adoro essa expressão) e claro que as estrelas tinham que estar testemunhando tudo. Beijo. Lindo domingo

    Ah, vontade de ouvir Cida – o novo e aquele primeiro LP roxo (Summertime) que guardo feito relíquia. Mas tem um sol forte e Cida, a voz de Cida, o piano de Cida, ornam mais com alguma escuridão. Vou esperar começar a anoitecer pra uma sessão Cida e vou abrir com Mãe, aquela maravilha do Caetano, que sempre me faz chorar.

  9. Li como se não tivesse vivido nem metade, como no sonho em que vc conheceu a Cida Moreira, como no sonho que eu te apresentava pra ela…Super emocionado! Mas eu tava lá e vi, testemunhei. Lindo te encontrar por essa vida, Ivana! Obrigado pela noite
    =)

  10. O relato foi emocionante e um sucesso, aliás o sucesso é de ambas cada qual no seu quadrado. E tb achei vc bem parecidas, deve ser o motivo de uma ser tiete da outra.bjs

  11. Ivana,
    Tudo o que vc descreveu do show da Cida Moreira eu senti na sexta, fui na estréia. Realmente ela é maravilhosa e faz a gente sentir tudo isto mesmo. Até ontem estava emocionada e comentei com a Márcia (nossa amiga), que tinha chorado no show de tanta emoção. Esta mulher é capaz de acabar com a gente rarara, mas faz uma puta bem pra alma ouvi la.
    bjs
    Stela Galvão Castanho

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s