Doidivana

blog de Ivana Arruda Leite

UFA, IMPERADOR!

Deixe um comentário

(coluna de Juca Kfouri, hoje, na Folha)

E, quando se diz que o Corinthians é diferente, ainda há quem duvide, quem queira desmerecer
O QUE É, o que é?
Que faz o errado e dá certo? Que acredita mesmo quando tudo indica que o sensato é se resignar? Que empurra para frente quando tudo puxa para trás? Que é capaz dos maiores desvarios e, de repente, de parecer sublime? Que faz de um jogo muito mais do que um jogo, porque o que joga vai além do jogador? A resposta é Corinthians.
Que era derrotado pelo Galo até faltarem 13 minutos para o jogo acabar e conseguiu empatar com Liedson ao receber um cruzamento de Alessandro, que deveria ter sido expulso minutos antes.
E que virou, ao faltarem dois minutos, com o mais improvável de seus jogadores, o cara que não deveria ter sido contratado nem pelo marketing porque sem 1/10 do carisma de Ronaldo Fenômeno e porque só fez comer e dormir desde que chegou, se machucou e nunca mais se recuperou.
Só no Corinthians.
Porque o título do pentacampeonato brasileiro vale muito mais que o que já se gastou com Adriano, o Imperador que, meio com ângulo, meio sem ângulo, enfiou uma bola milimetricamente no canto do goleiro Renan Ribeiro.
Que não seria fácil todo mundo sabia, porque fáceis, neste campeonato, o Corinthians só conseguiu duas vitórias, contra o São Paulo e contra o Atlético Goianiense.
Para dobrar o Galo e manter os dois pontos de vantagem sobre o ameaçador e iluminado Vasco, o time precisou que mais de 38 mil torcedores o empurrasse em busca do improvável.
Que aconteceu ao levar a improbabilidade à última potência, embora, quase como uma concessão à racionalidade, seja fato que a entrada de Alex no lugar de Danilo tenha mudado o jogo, ao eletrizar o Corinthians, mas que, na verdade verdadeira, tomou o choque mesmo foi quando sofreu o 1 a 0 e por pouco deixou de levar o segundo gol.
É óbvio que nada acabou e que faltam ainda 180 minutos de muito sofrer.
Mas o gol de Adriano já está na história, aconteça o que acontecer, porque corintiano vive muito mais de momentos assim do que de títulos.
Além do mais, o Imperador do UFA! evitou que a história se repetisse como tragédia, pois, no ano passado, foi exatamente na antepenúltima rodada do Brasileirão que o Corinthians perdeu a liderança para o Fluminense, ao empatar com o Vitória no Barradão.
E só mesmo a chamada República Popular do Corinthians para ter um Imperador.
Que fuma, bebe e joga!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s