Doidivana

blog da escritora Ivana Arruda Leite

12 DE AGOSTO DE 2004

Deixe um comentário

a notícia:

criança de 4 anos é espancada até a morte

o conto:

BEBÊ ESPANCADO

O bebê chegou ao hospital quase morto. Um pacotinho de gente ensangüentado.
– É seu filho? – perguntou a assistente social.
– Não, meu sobrinho. Eu tomo conta dele pra minha irmã trabalhar.
– E o que aconteceu?
– Foi meu namorado. Eu fui ao supermercado, quando voltei o menino tava desse jeito.
– Você não viu ele bater no menino?
– Não vi não senhora. Eu tava trabalhando.
– Mas você não disse que tinha ido ao supermercado?
– Eu trabalho no supermercado.
– O seu namorado bate sempre no menino?
– Bate. Mas hoje ele perdeu a cabaça, tá desempregado, bebeu demais…
– Nós vamos ter que chamá-lo aqui. Ele vai ter que prestar depoimento à polícia.
Quando Giba chegou, quis bater em Juliana.
– É tudo mentira dessa vaca. Foi ela que encheu o menino de porrada. Eu tinha ido ao supermercado, quando voltei, ele tava nesse estado.
A discussão continuou na delegacia, para onde os dois foram levados, até que veio o telefonema:
– O menino morreu.
Juliana partiu pra cima do namorado.
– Você matou meu sobrinho, seu desgraçado.
– Foi você. Essa mulher é louca, doutor.
– E ele é traficante.
– Traficante? – o delegado quis saber.
– E ela é ladra. Vive trazendo coisa do supermercado embaixo da roupa.
Os dois ficaram por lá mesmo. Gertrudes cuidou do enterro do filho sozinha.

Autor: Doidivana

escritora de forno e fogão

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s