Doidivana

blog da escritora Ivana Arruda Leite

ACABEI DE LER A GRANTA

4 comentários

Só agora terminei a leitura da antologia dos 20 brasileiros da revista Granta. Voltei à resenha do Ronaldo Bressane, que eu já havia lido, e do Augusto Fischer e pouco teria a acrescentar além do que eles já disseram com muito mais propriedade do que eu seria capaz de fazê-lo. Dos 20 contos, só um foi abandonado no meio. O que é o máximo!

O time dos craques é o trio parada-dura sobejamente citado: Michel Laub, Daniel Galera e Leandro Sarmatz, sem tirar nem por.

Assim como o Bressa, eu também não gostei de ver contos e trechos de romance misturados. São coisas tão distintas. Os critérios ficam embolados.

Tirando o tríduo momesco, os demais escrevem bem. São meninos e meninas com muita leitura, criados em boas escolas, bem alimentados, conhecem a Europa, passaram por oficinas de literatura. São nomes que, com certeza, ainda honrarão o Brasil lá fora. Ninguém ali nos faz passar vergonha. Não tem ninguém da perifa, nenhum marginal, pouquíssimos palavrões, nada escatológico, virulento, exacerbado, nenhuma paixão sanguinária, nenhuma voz popular, chulé, nada. Me deu até um pouco de saudade do Marcelo Mirisola. O Marçal Aquino, pelo jeito, também dançou. No universo culto e entediado dos nossos jovens escritores não tem lugar pra bandidos nem faroeste. E também não tem lugar pro humor. Zero de humor. Talvez até de mim sintam saudade um dia, lá no futuro.

Autor: Doidivana

escritora de forno e fogão

4 thoughts on “ACABEI DE LER A GRANTA

  1. Ivana eu estava curiosa sobre esta Granta. Fiquei assustada quando vc falou “Ninguém ali nos faz passar vergonha.” Pensei que era elogio… Mas estou curiosa pra conhecer este universo culto que não te emocionou. Onde encontro ? Fatima/Laguna/SC

  2. que triste. a opinião é unânime. como dizia foucault, o panóptico fica incorporado. se censura é ruim, auto-censura “inconsciente” (?) já é uma mutação do ser. que perigo!
    Salve o trio, salve Mirisola, salve Marçal, salve Ivana! salvem os humoristas jovens, também escritores, que estão botando a boca no trombone, dando um basta ao equivocado “politicamente correto”. Não li e não gostei. Vou dar uma olhada, claro!

  3. Ivana, nem me deu vontade de ler, sem palavrão, periferia e sem humor, muito fino pra mim. Abçs.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s