Doidivana

blog da escritora Ivana Arruda Leite

OS MALAQUIAS

5 comentários

Passa da meia-noite eu já estava deitada mas levantei e liguei o computador pra registrar minhas impressões sobre Os Malaquias, romance da minha querida amiga Andréa del Fuego que acabei de ler nesse instante. As ideias que me vêm são tão gasosas e fugidias (já tô no clima) que se dormisse acordaria sem elas.
Livro de amigo é um problemão. A gente morre de medo de não gostar. Se for o caso, o que fazer? Calar-se e tocar a vida pra frente. Ele entende e te perdoa. Fica pra próxima. A vida é assim mesmo. Mas quando o amigo é muito amigo ele espera uma resposta. Nem que seja pra dizer: não gostei, parei no meio ou coisa do gênero. Bebe-se uma cerveja e toca-se pra frente do mesmo jeito. A Andrea é do segundo tipo. Daí o medo. Eu teria que falar alguma coisa. Ora, minha querida, nada mais fácil que falar desse maravilhoso romance que você entrega aos seus privilegiados leitores.

A prosa da Andréa é muito diferente da minha. De outro feitio. E ela sabe que tem coisa que eu gosto, tem coisa que eu não gosto. Mas Os  Malaquias é a “prosa da Andréa” no seu esplendor, no seu apogeu, na sua maturidade “roseana”. Andrea é lá das Minas e se bandeou totalmente pros Guimarães Malaquias na forma e no conteúdo.
Eu achei um livro dificílimo de ler.

(um pequeno parênteses: meus amigos agora deram pra esfolar o couro do leitor. Primeiro o Joca, agora a Andrea)

Dificílimo porque é uma prosa rebuscada, poética, cheia de imagens que te obrigam a reconstruir o livro nos vazios que ela vai deixando. Sim, se querem um rótulo, é literatura fantástica. Agora, imagine somar realismo mágico com uma linguagem cheia de volutas e labirintos de entontecer. Não é pra qualquer um. Eu passei dois dias suando e sangrando pelos vales, montanhas e mares que só existem na geografia enlouquecida dessa escritora que se revela como escritora singularíssima no meio da mesmice da literatura contemporânea brasileira, onde, aliás, me incluo.
Andrea é original na forma e no conteúdo. Quem hoje em dia ousa escrever um romance que não se passa num grande centro com personagens urbanóides, psicóticos, violentos e angustiados? O cenário da Andrea é outro. Assim como o tempo. Ela lida com o tempo circular dos mitos e dos contos de fada. Os personagens são de outro tamanho: muito menores (Antonio, o anão é deslumbrante) e/ou muito maiores (Geraldina é do tamanho de uma lagoa e ilumina uma cidade inteira). A voz é outra, o cheiro é outro, as estranhezas e sustos são de outra natureza. E olhe que são muitos.
Longe de mim estragar o impacto do livro mas prepare-se porque no vôo da imaginação da Andréa não tem cinto de segurança que te prenda à cadeira. Você voa com ela mundo acima ou abaixo.

Viva a Andréa del Fuego!
Corra comprar Os Malaquias e divirta-se com uma das experiências literárias mais surpreendentes da sua vida.

Autor: Doidivana

escritora de forno e fogão

5 thoughts on “OS MALAQUIAS

  1. Pingback: ainda o livro « Andrea del Fuego

  2. que lindo texto Ivana, quero ler também e vou tentar encomendar daqui e sou leitora do blog da sua amiga Andrea del Fuego.
    bjs

  3. Que tudo! Tá na lista de leituras!
    Beijos

  4. Ivana, você continua lindamente surpreendente aos meus olhos. Estou lendo o seu texto e tive que parar em um trecho de grande sinceridade seguido por outro de grande modéstia, para comentar, acredita? Bem, o livro está muito bem apresentado. Andréa Del Fuego certamente ficou feliz com seu bom comentário.
    Há dias que quero vir aqui, mas me senti constrangido por um fato pessoal. É que me prometi que compraria um livro e só depois viria. Fiquei doente, minha filhinha também. Adiei uma viajem. Fui fazer outras coisas e acabei sem jeito de quebrar minha promessa de mim para mim. Por isso dei chance para a saudade.
    Quer saber, um dia você ainda terá o encargo de ler e comentar um livro meu, Ivana. E será na segunda categoria de amizade que me comentará. (sorrio).

    Abraço do Jefhcardoso que ainda não desistiu de esperar uma visita sua ao meu humilde http://jefhcardoso.blogspot.com

  5. IVANA! Nem no delírio mais colorido eu imaginei que um dia leria uma leitura assim. Posso morrer agorinha, com um raio na cabeça. Tô emocionada. Beijos!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s